Indicação do Capitão Samuel de adicional de insalubridade em grau máximo para profissionais de saúde é aprovada na Alese

Durante sessão remota da Assembléia Legislativa de Sergipe (Alese) da última quinta-feira, 18, 10 indicações do deputado estadual Capitão Samuel foram aprovadas, entre elas a de nº 281/2020, que solicita um adicional de insalubridade em grau máximo para todos profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao Covid-19 em hospitais e clínicas.

A legislação trabalhista brasileira determina que uma atividade insalubre, seja aquela envolve a atuação em ambientes com exposição a agentes nocivos à saúde. É o caso da presença de ruídos intensos, calor, radiação, agentes químicos e biológicos acima do limite de tolerância, poeiras minerais e elevado nível de umidade.

Segundo o Parlamentar, nada mais justo que estes profissionais sejam recompensados pela exposição ao risco de contrair o vírus. “Hoje acompanhamos pelos noticiários o número de profissionais da área de saúde que estão na linha de frente, onde expõe a sua saúde e a vida. Só que, infelizmente, vários deles já foram contaminados e até morreram desempenhando as suas funções. Acredito que essa insalubridade seja pouco para o que eles merecem”, reforça.

Arquivo